Apocalipse 21 – Sete Anjos e a Mulher do Cordeiro

Sete Anjos e a Mulher do Cordeiro - Apocalipse 21

Mulher do Cordeiro

Um Dos Sete Anjos

A Esposa, A Mulher do Cordeiro

A Santa Jerusalém

21.9-11 E veio a mim um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas, e falou comigo, dizendo: Vem, mostrar-te-ei a esposa, a mulher do Cordeiro.
E levou-me em espírito a um grande e alto monte, e mostrou-me a grande cidade, a santa Jerusalém, que de Deus descia do céu.
E tinha a glória de Deus; e a sua luz era semelhante a uma pedra preciosíssima, como a pedra de jaspe, como o cristal resplandecente.

A esposa, a mulher do Cordeiro, a santa Jerusalém, a nova Jerusalém é tão gloriosa que não se pode entrar nela ou vê-la, senão estiver o espírito santo agindo em nossas vidas. João para que pudesse vê-la foi levado em espírito e ao contemplar a sua glória a descreve de maneira gloriosa.

Eis que a cidade santa, a nova Jerusalém, a esposa ataviada, a mulher do cordeiro é maravilhosa e a sua luz era semelhante ao brilho de uma pedra de jaspe preciosíssima, como cristal resplandecente, limpa transparente, cuja sua glória é incomparável, difícil de mensurar aos olhos humanos, é nesta cidade habitará Deus e o seu povo.


Versículos:

E vi outro grande e admirável sinal no céu: sete anjos, que tinham as sete últimas pragas;

porque nelas é consumada a ira de Deus.
Apocalipse 15:1

E os sete anjos que tinham as sete pragas saíram do templo,

vestidos de linho puro e resplandecente, e cingidos com cintos de ouro pelos peitos.
E um dos quatro animais deu aos sete anjos sete taças de ouro,

cheias da ira de Deus, que vive para todo o sempre.
Apocalipse 15:6-7

Regozijemo-nos, e alegremo-nos, e demos-lhe glória; porque vindas são as bodas do Cordeiro, e já a sua esposa se aprontou.
Apocalipse 19:7

E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu,

adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido.

Apocalipse 21:2

E veio a mim um dos sete anjos que tinham as sete taças cheias das últimas sete pragas, e falou comigo, dizendo:

Vem, mostrar-te-ei a esposa, a mulher do Cordeiro.
E levou-me em espírito a um grande e alto monte, e mostrou-me a grande cidade, a santa Jerusalém, que de Deus descia do céu.
E tinha a glória de Deus; e a sua luz era semelhante a uma pedra preciosíssima,

como a pedra de jaspe, como o cristal resplandecente.
E tinha um grande e alto muro com doze portas, e nas portas doze anjos,

e nomes escritos sobre elas, que são os nomes das doze tribos dos filhos de Israel.
Do lado do levante tinha três portas, do lado do norte, três portas, do lado do sul, três portas, do lado do poente, três portas.

Apocalipse 21:9-13

E o muro da cidade tinha doze fundamentos, e neles os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro.
E aquele que falava comigo tinha uma cana de ouro, para medir a cidade, e as suas portas, e o seu muro.
E a cidade estava situada em quadrado; e o seu comprimento era tanto como a sua largura. E mediu a cidade com a cana até doze mil estádios; e o seu comprimento, largura e altura eram iguais.
E mediu o seu muro, de cento e quarenta e quatro côvados, conforme à medida de homem, que é a de um anjo.

Apocalipse 21:14-17

E a construção do seu muro era de jaspe, e a cidade de ouro puro, semelhante a vidro puro.
E os fundamentos do muro da cidade estavam adornados de toda a pedra preciosa.

O primeiro fundamento era jaspe; o segundo, safira; o terceiro, calcedônia; o quarto, esmeralda;
O quinto, sardônica; o sexto, sárdio; o sétimo, crisólito; o oitavo, berilo;

o nono, topázio; o décimo, crisópraso; o undécimo, jacinto; o duodécimo, ametista.
E as doze portas eram doze pérolas; cada uma das portas era uma pérola;

e a praça da cidade de ouro puro, como vidro transparente.

Apocalipse 21:18-21

E nela não vi templo, porque o seu templo é o Senhor Deus Todo-Poderoso, e o Cordeiro.
E a cidade não necessita de sol nem de lua, para que nela resplandeçam,

porque a glória de Deus a tem iluminado, e o Cordeiro é a sua lâmpada.
E as nações dos salvos andarão à sua luz; e os reis da terra trarão para ela a sua glória e honra.
E as suas portas não se fecharão de dia, porque ali não haverá noite.
E a ela trarão a glória e honra das nações.
E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira;

mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro.

Apocalipse 21:22-27

¶ E mostrou-me o rio puro da água da vida, claro como cristal, que procedia do trono de Deus e do Cordeiro.
No meio da sua praça, e de um e de outro lado do rio, estava a árvore da vida, que produz doze frutos, dando seu fruto de mês em mês; e as folhas da árvore são para a saúde das nações.
E ali nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão.
E verão o seu rosto, e nas suas testas estará o seu nome.
E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol,

porque o Senhor Deus os ilumina; e reinarão para todo o sempre.
Apocalipse 22:1-5

Continue o Estudo - Leia Mais:

« anterior | próximo »

Apocalipse 21 – Segunda Morte a Condenação Eterna

Apocalipse 21 – Muro e as Doze Portas da Nova Jerusalém

A obra de arte em destaque nesta página é protegida por Pat Marvenko Smith e é ilegal copiar , publicar ou vender as imagens. Mas quem quiser adquiri-la pode encomendar pelo website em www.revelationillustrated.com.