Apocalipse 18 – Babilônia Comercial Se Glorificou e em Delícias Esteve

Babilônia Comercial Se Glorificou e em Delícias Esteve - Apocalipse 18Quanto Ela Se Glorificou, e Em Delícias Esteve

Babilônia

Forte o Senhor Deus Que a Julga

18.7-8Quanto ela se glorificou, e em delícias esteve, foi-lhe outro tanto de tormento e pranto; porque diz em seu coração: Estou assentada como rainha, e não sou viúva, e não verei o pranto.
Portanto, num dia virão as suas pragas, a morte, e o pranto, e a fome; e será queimada no fogo; porque é forte o Senhor Deus que a julga.

O que Deus fará contra a esta Babilônia que se glorificou e que suas delícias esteve?

Como já mencionado anteriormente o capítulo 18 de apocalipse trata da Babilônia num contexto comercial.

Na mesma proporção em que a Babilônia em seu coração se glorificou e em delícias esteve, foi-lhe enviado o mesmo tanto de tormento e pranto.

A Babilônia comercial é todo o tipo de comércio que é praticado através da exploração exagerada e isso o faz se tornar cada vez mais ambicioso, orgulhoso e egoísta e assim deixando de lado o amor ao próximo, este tipo de comércio se vangloria e se glorificou em suas delícias, porém Deus envia uma promessa que num só dia sobre a esta Babilônia comercial que se glorificou, virão as suas merecidas pragas e todo o seu orgulho e as suas delícias será queimado no fogo, porque forte é o Senhor Deus que a julga.

Será queimado todo o sistema demoníaco que esteve agindo por traz desta Babilônia e o povo de Deus que permanecer neste mesmo sistema ímpio participando dos seus pecados.

Versículos:

Filho do homem, dize ao príncipe de Tiro: Assim diz o Senhor DEUS:

Porquanto o teu coração se elevou e disseste:

Eu sou Deus, sobre a cadeira de Deus me assento no meio dos mares; e não passas de homem,

e não és Deus, ainda que estimas o teu coração como se fora o coração de Deus;
Ezequiel 28:2

¶ E disseste: Eu serei senhora para sempre; até agora não te importaste com estas coisas, nem te lembraste do fim delas.
Agora, pois, ouve isto, tu que és dada a prazeres, que habitas tão segura, que dizes no teu coração:

Eu o sou, e fora de mim não há outra; não ficarei viúva, nem conhecerei a perda de filhos.

Isaías 47:7-8

Esta é a cidade alegre, que habita despreocupadamente, que diz no seu coração:

Eu sou, e não há outra além de mim; como se tornou em desolação, em pousada de animais!

Todo o que passar por ela assobiará, e meneará a sua mão.
Sofonias 2:15

¶ Eia, pois, agora vós, ricos, chorai e pranteai, por vossas misérias, que sobre vós hão de vir.
As vossas riquezas estão apodrecidas, e as vossas vestes estão comidas de traça.
O vosso ouro e a vossa prata se enferrujaram; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós,

e comerá como fogo a vossa carne. Entesourastes para os últimos dias.
Eis que o jornal dos trabalhadores que ceifaram as vossas terras, e que por vós foi diminuído,

clama; e os clamores dos que ceifaram entraram nos ouvidos do Senhor dos exércitos.
Deliciosamente vivestes sobre a terra, e vos deleitastes; cevastes os vossos corações, como num dia de matança.
Condenastes e matastes o justo; ele não vos resistiu.
Tiago 5:1-6

Continue o Estudo - Leia Mais:

« anterior | próximo »

Apocalipse 18 – Babilônia Sai Dela Povo Meu – Povo de Deus

Apocalipse 18 – Reis da Terra Chorarão o Fim da Grande Cidade Babilônia