Apocalipse Capítulo 18

Apocalipse Capítulo 18 Outro Anjo Forte, Caiu a Grande Babilônia

Apocalipse Capítulo 18

Caiu a Grande Babilônia

Lamentações Sobre a Terra

Outro Anjo, Que Tinha Grande Poder

18.1-3 E depois destas coisas vi descer do céu outro anjo, que tinha grande poder, e a terra foi iluminada com a sua glória.
E clamou fortemente com grande voz, dizendo: Caiu, caiu a grande Babilônia, e se tornou morada de demônios, e coito de todo espírito imundo, e coito de toda ave imunda e odiável.
Porque todas as nações beberam do vinho da ira da sua fornicação, e os reis da terra fornicaram com ela; e os mercadores da terra se enriqueceram com a abundância de suas delícias.

   Quem é este outro anjo com grande poder que anunciou: “Caiu, caiu a grande Babilônia” em apocalipse capítulo 18?          

   Na época da destruição da grande Babilônia, Cristo vai descer do céu (simbolizado com outro anjo) com grande poder e a terra será iluminada com a sua glória.

   Em apocalipse capítulo 18,  Cristo é revelado pelo menos quatro vezes como o outro anjo quem vem para cumprir a palavra de Deus (7:2; 8:3; 10:1; 18:1).

   Em apocalipse capítulo 18 a grande Babilônia é vista de maneira comercial e política, reunida de aspectos ímpios, sob o domínio do anticristo e que  será destruída definitivamente.

 

Versículos:

¶ E babilônia, o ornamento dos reinos, a glória e a soberba dos caldeus,

será como Sodoma e Gomorra, quando Deus as transtornou.
Isaías 13:19

Mas as feras do deserto repousarão ali, e as suas casas se encherão de horríveis animais;

e ali habitarão os avestruzes, e os sátiros pularão ali.
Isaías 13:21

E farei dela uma possessão de ouriços e a lagoas de águas; e varrê-la-ei com vassoura de perdição, diz o Senhor dos Exércitos.
Isaías 14:23

E clamou: Um leão, meu Senhor! Sobre a torre de vigia estou em pé continuamente de dia, e de guarda me ponho noites inteiras.
Isaías 21:8

Mas o pelicano e a coruja a possuirão, e o bufo e o corvo habitarão nela; e ele estenderá sobre ela o cordel de confusão e nível de vaidade.
Isaías 34:11

As feras do deserto se encontrarão com as feras da ilha, e o sátiro clamará ao seu companheiro;

e os animais noturnos ali pousarão, e acharão lugar de repouso para si.
Isaías 34:14

Num momento caiu babilônia, e ficou arruinada; lamentai por ela, tomai bálsamo para a sua dor, porventura sarará.
Jeremias 51:8

Por isso habitarão nela as feras do deserto, com os animais selvagens das ilhas; também habitarão nela as avestruzes;

e nunca mais será povoada, nem será habitada de geração em geração.
Jeremias 50:39

E babilônia se tornará em montões, morada de chacais, espanto e assobio, sem que haja quem nela habite.
Jeremias 51:37

E outro anjo seguiu, dizendo: Caiu, caiu Babilônia, aquela grande cidade, que a todas as nações deu a beber do vinho da ira da sua fornicação.
Apocalipse 14:8

E, saindo ele do barco, lhe saiu logo ao seu encontro, dos sepulcros, um homem com espírito imundo;
O qual tinha a sua morada nos sepulcros, e nem ainda com cadeias o podia alguém prender;
Marcos 5:2-3

Continue Estudando Apocalipse Capítulo 18 :

« anterior | próximo »